Programa Super Fast & Fit para perder ate 6 quilos em 17 dias
23 de maio de 2018
5 Passos para uma alimentação saudável
29 de maio de 2018
Exibir tudo

Malhar na terceira idade ajuda a prevenir doenças e melhora qualidade de vida

Uma caminhada leve, hidroginástica, dança. Engana-se quem acha que esses são os únicos exercícios indicados para quem está na terceira idade. A musculação é uma das atividades mais recomendadas para esta fase da vida, sobretudo porque é capaz de recuperar a massa magra, cuja perda é natural com o envelhecimento.

Há evidência científica de que a musculação faz com que o idoso ganhe massa muscular, prevenindo doenças, dando autonomia e independência, numa fase em que a pessoa tende a ficar mais limitada, garante os fisioterapeutas.

Ainda podemos citar outros ganhos. “Com o envelhecimento, as cartilagens das articulações ficam mais desidratadas e com mais chances de sofrer desgastes, levando a artrose. Músculos mais fortes são capazes de protegê-las. Essa atividade também ajuda a manter a massa óssea, prevenindo a osteoporose”, comenta.

Esse conjunto de fatores,  levam a melhora da capacidade funcional e do equilíbrio, evitando assim as temidas quedas, que são um problema sério na velhice.

Com a musculação, você trabalha força, resistência e a potência muscular. A potência é a capacidade de gerar força com velocidade. Numa situação de desequilíbrio, essa habilidade é necessária para retomar a estabilidade com mais facilidade.

Prática

Outro aspecto destacado são os benefícios para a vida social e emocional do idoso. Além de ter um convívio social ativo na academia, a musculação proporciona um efeito bioquímico, porque produz aminas, que ajudam a combater a depressão; endorfinas, que dão sensação de bem-estar e provocam uma melhora geral do estado emocional de quem pratica.

Atividade física deve ser praticada pelo menos três vezes por semana e de forma continuada

Para colher os benefícios da musculação, especialistas recomendam a prática ao menos três vezes por semana e de forma contínua.

Além disso

Benefícios da musculação na terceira idade
– Garante força e flexibilidade, tornando o idoso mais resistente a quedas
– Aumenta a densidade óssea, ajudando na proteção contra a osteoporose
– Diminui a gordura corporal. Aliado a uma dieta balanceada, o treino de força para idosos é importante para a manutenção do peso
– Combate a dor articular (na coluna, ombros e joelhos)
– Ajuda a manter a boa postura corporal. Com o avanço da idade, o sistema muscular esquelético vai perdendo a sua tonicidade
– Melhora a autoestima e ajuda no combate à depressão, por causa da elevação dos níveis de serotonina
– Melhora da frequência cardíaca e da pressão arterial
– Ajuda no controle de doenças crônicas como diabetes, hipertensão e problemas cardíacos

Profissional deve ser consultado
Antes de começar qualquer atividade física, que deve ser acompanhada por profissional qualificado, o idoso deve ter a análise e recomendação de um personal. Existe o risco cardiovascular. O idoso precisa ser submetido a exames, às vezes mais aprofundados para ver se está apto. Se tiver um quadro de angina e arritmia, por exemplo, pode até morrer durante a atividade, especialmente se ele for sedentário.